quinta-feira, 7 de outubro de 2021

Pensão por morte e auxílio-maternidade do INSS poderão ser requeridos em cartório

 

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão dar entrada em pedidos de pensão por morte e salário-maternidade, entre outros serviços, diretamente nos cartórios, a partir do dia 15 de outubro, quando forem registrar o nascimento de um filho ou o óbito de um segurado. No último dia 1º, o INSS e a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) firmaram um acordo de cooperação técnica para estender esse tipo de atendimento aos cartórios de todo o país.

O objetivo, segundo o INSS, é dar mais celeridade às concessões. Mas o IBDP contesta, alegando que “ao terceirizar o trabalho, o instituto vai fazer disparar a fila virtual de segurados que esperam uma resposta da autarquia”.

— A medida vai facilitar o protocolo de imediato. No entanto a pessoa não vai estar com todos os documentos exigidos para requerer o benefício — avalia Diego Cherulli, vice-presidente do IBDP.

Nenhum comentário: