O Centro de Pesquisas Clínicas de Natal (CPCLIN) abriu o cadastro de voluntários para o teste da vacina da Universidade de Oxford contra a covid-19. O cadastro é feito por meio do site da clínica (clique aqui).

No cadastro o voluntário preenche dados como endereço de e-mail, nome completo, data de nascimento, telefone, sexo e se é ou não profissional da Saúde.

Natal foi incluída entre os locais de teste da vacina após a Universidade de Oxford decidir dobrar o número de voluntários que serão imunizados no país, de 5 mil para 10 mil pessoas.

Com isso a universidade dobrou o número de cidades brasileiras participantes do estudo. Vão somar-se a Natal as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Santa Maria (RS) e Porto Alegre.

Os voluntários precisam ter acima dos 18 anos de idade para receber a vacina. Segundo Sue Ann Clemens, coordenadora dos testes da vacina de Oxford (em parceria com a AstraZeneca) no Brasil e professora da Unifesp, o recrutamento será “competitivo” –ou seja, cada centro poderá vacinar o número de voluntários que conseguir, até o limite de 10 mil no país ser atingido.