quarta-feira, 3 de junho de 2020

AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE RECLAMAM DA FALTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO

A comissão se reuniu nesta terça-feira
Representantes dos agentes comunitários de saúde afirmaram, nesta terça-feira (2), que até agora os profissionais da categoria não receberam equipamentos de proteção individual (EPIs) em quantidade suficiente para fazer os atendimentos nos municípios. Eles participaram de audiência virtual da comissão externa da Câmara que acompanha as ações relativas ao coronavírus.

Os 400 mil agentes comunitários são pagos pelo governo federal para atuarem junto às famílias mais vulneráveis na prevenção de doenças e promoção da saúde. Mas, de acordo com a presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias, Ilda Correia, faltam orientações e o sentimento entre os agentes é de “abandono”.
“Nós não tivemos orientação, inclusive, sobre a doença em si. Tudo que os agentes de saúde fizeram nos primeiros meses foi do que viram pela grande mídia e pelas redes sociais. Ninguém teve a preocupação de nos capacitar", reclamou.

Ilda disse que os agentes também querem fazer testes para Covid-19 para saber se têm condições de sair às ruas. Segundo ela, pelo menos 45 agentes morreram até agora no país por contaminação pelo novo coronavírus. Ela também defendeu um adicional de insalubridade de 40%.

Nenhum comentário: