sexta-feira, 13 de março de 2020

Após suspeita do novo coronavírus em passageiro reter navio, governo avalia restrição no Porto do Recife

O governo do estado decidiu avaliar, junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os procedimentos de embarques e desembarques no Porto do Recife (veja vídeo acima). Na quinta-feira (12), um navio com 609 pessoas foi isolado depois de um passageiro de 78 anos com sintomas de Covid-19, a infecção causada pelo novo coronavírus, passar mal. Um Comitê de Operações de Emergência foi criado devido à confirmação de dois casos da doença em Pernambuco.
“Vamos avaliar, inclusive, a possibilidade de haver algum tipo de restrição caso a gente não tenha um controle adequado. Essa é uma determinação do governador”, disse o secretário estadual de Saúde, André Longo, nesta sexta-feira (13), em entrevista para a TV Globo.
Após apresentar sintomas do novo coronavírus, um canadense que estava no navio isolado no Porto do Recife foi levado a um hospital particular da cidade. Ele aguarda, na unidade de saúde, o resultado do exame que vai confirmar ou descartar Covid-19 (veja vídeo acima).Após ser acionada, a Anvisa não permitiu a saída de passageiros e tripulantes da embarcação, mas isso não quer dizer que há determinação de quarentena. “Isso vai depender do resultado desse exame, que temos a expectativa de que saia hoje [sexta]”, disse Longo.

Nenhum comentário: