segunda-feira, 9 de setembro de 2019

POLÍCIA CIVIL CONCLUI INQUÉRITO DO CASO KAROL DE GOIANINHA: ESTUDANTE FOI MORTA COM 13 FACADAS E MOTORISTA É INDICIADO

Foto/Reprodução

A estudante Karolina Oliveira Gomes, 16 anos, foi morta com 13 facadas em um canavial no município de Mamanguape (PB), na noite do dia 5 de agosto, de acordo com a Polícia Civil da Paraíba. O delegado Tiago Cavalcanti, chefe do Núcleo de Homicídios da PB, informou que o laudo apontou sete perfurações no pescoço, cinco no tórax e uma na região dorsal.
Com a conclusão do inquérito, a polícia indiciou o caminhoneiro Josué Cabral dos Santos, 34 anos, por homicídio duplamente qualificado. O delegado explicou que o homicídio foi considerado feminicídio e também teve a qualificadora do crime ter sido executado por meio cruel. “As circunstâncias em que a adolescente foi executada e toda a ação criminosa denota ter havido menosprezo à condição de mulher da vítima”, esclareceu Cavalcanti.

Sobre o possível crime de estupro, a Polícia Civil aguarda o o laudo do laboratório de DNA. “Como o crime foi cometido em um local deserto, sem testemunhas, nós só podemos atestar se houve estupro com o laudo da perícia técnica”, afirmou Cavalcanti. O delegado explicou que se for comprovada a violência sexual, é possível a polícia fazer o indiciamento complementar posteriormente.

Nenhum comentário: