segunda-feira, 11 de março de 2019

Estudo aponta alternativa para a indústria salineira do RN

Extração e produção do sal marinho no Rio Grande do Norte
O conflito dos produtores de sal do Rio Grande do Norte com os órgãos de proteção ambiental é o tema da tese de doutoramento do professor Rogério Taygra Vasconcelos Fernandes, da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). A tese “Atividade salineira em manguezais: impactos ambientais e reflexos econômicos da recuperação ou compensação ambiental das áreas degradadas” foi defendida junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, da Ufersa, com a orientação do professor José Luís Costa Novaes.
A pesquisa do jovem doutor traz à tona um problema antigo que vem atormentando os produtores de sal da Costa Branca do Rio Grande do Norte, conhecida também como território salineiro onde se concentra as principais indústrias salineiras do país, englobando os municípios de Grossos, Areia Branca, Mossoró, Porto do Mangue, Macau e Galinhos.

Nenhum comentário: