quarta-feira, 26 de junho de 2019

Sábado 29 de junho consulta de vista nas Óticas Mirna Tangará




Comunicamos que neste sábado 29 de junho haverá consulta de vista nas Óticas Mirna Tangará ás 09;00hs da manhã , marque a sua consulta em nossa ótica na Rua João Ataide de Melo ao lado da Maré Calçados , Centro - Tangará\RN

Óticas Mirna
Onde você vê bem e é bem visto

Comunicado Óticas Rayssa Tangará

Resultado de imagem para otica rayssa


Atenção Tangará e região as Óticas Rayssa , informa que esta aceitando currículos.

Informamos que estamos com nova administração 

Deixar o seu currículo na Tangará FM 

Óticas Rayssa
Cuidando da sua visão com qualidade

Faça-nos uma visita na Rua João Ataide de Melo em frente ao Posto Planalto. Centro - Tangará\RN

Confira as promoções em sanitários em Primo Construções Tangará

Resultado de imagem para PRIMO CONTRUCOES TANGARA

Ta rolando promoção de sanitários com preços exclusivos em Primo Construções

- Sanitário Simples : R$ 89,90
- Sanitário Acoplado : R$ 189,90
- Lavatório com coluna : R$ 99,90

Tudo isso e muito mais você encontra em Primo Construções 
Rua João Ataide de Melo . BR 226 , Centro - Tangará\RN

Detran registra frota superior a 1,3 milhão de veículos no RN

carrosUm estudo estatístico sobre frota veicular realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) apontou que o Rio Grande do Norte superou a marca de 1,3 milhão de automóveis cadastrados no banco de dados do Detran. As informações mostram que na última década (2009-2018) o crescimento da frota estadual chegou próximo dos 119%.
Em números absolutos, nos últimos 10 anos entraram em circulação na frota estadual 698.590 novos automóveis. Desse total, 528.940 veículos foram destinados aos municípios do interior, enquanto 169.650 passaram a circular na capital potiguar. O crescimento percentual de novos veículos nas frotas do interior e da capital do estado foi de 150% e 72%, respectivamente.
Os dados registrados pelo setor de estatística do Detran revelam que mesmo com o registro de crescimento da frota é possível perceber um desaceleramento quando verificado o aumento percentual comparativo ano a ano. Nesse caso, enquanto o número de veículo no estado foi ampliado em 11,2% no comparativo 2009-2008, em 2018-2017 esse crescimento foi de apenas 4,1%, sendo registrado essa queda de crescimento anual ao longo da década.

Bandidos tocam terror em Portalegre e explodem terminal bancário

EXPLOSÃOA madrugada desta quarta-feira (26) foi de terror para os moradores de Portalegre, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Bandidos armados invadiram a cidade e explodiram um terminal bancário do Bradesco. Segundo a PM, os criminosos se dividiram em grupos. Uma parte se concentrou na ação no banco. A outra foi para a delegacia e realizou disparos contra o prédio para impedir a saída do único policial que estava no local.
Ainda de acordo com a polícia, pelo menos três explosões foram ouvidas. Os criminosos levaram o cofre, que poderia estar desabastecido, também segundo a PM. Após a ação, os criminosos fugiram. A polícia realizou buscas, mas ninguém foi preso.

Motorista morre em acidente entre carro e van na RN-160

acidenteUma colisão frontal entre um carro e uma van deixou uma pessoa morta e pelo menos quatro feridas na noite dessa terça-feira (25), na RN-160, na altura do distrito de Lagoa Seca, em Macaíba.
Segundo a polícia, o motorista que morreu dirigia o carro e teria invadido a contramão em uma curva da via. Ainda de acordo com informações policiais, a vítima fatal poderia ter ingerido bebida alcoólica. Apenas os exames no Itep poderão confirmar a ingestão ou não.

Mega-Sena sorteia R$ 6,2 milhões nesta quarta-feira

Mega Sena 20117A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (26) o prêmio de R$ 6,2 milhões. As seis dezenas do concurso 2.163 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias da Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.
O valor do prêmio está acumulado, porque nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso número 2.162, realizado no último sábado (22). Foram sorteados os seguintes números: 11 – 16 – 22 – 30 – 34 – 42. As apostas poderão ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

Mortes de crianças em estradas caíram quase 20% desde início de multas por falta de cadeirinha, diz estudo

As mortes de crianças em acidentes nas estradas diminuíram quase 20% desde que a obrigatoriedade do uso de cadeirinhas nos carros passou a ser fiscalizada, em 2010. É o que aponta um estudo do Conselho Federal de Medicina, da Sociedade Brasileira de Pediatria e da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), com base em dados do Ministério da Saúde.
Em 2010, quando as multas pela falta do uso do dispositivo de retenção começaram a ser aplicadas no Brasil, 346 crianças, com até 9 anos, morreram nas rodovias. Em 2017 (dados mais recentes), foram 279, um número 19,4% menor.
E o número de internações de crianças em estado grave caiu 33%: foram 814 em 2010 e 549 em 2017.
No último domingo (23), dois meninos, um de 4 anos e outro de 9, foram arremessados para fora de um carro que capotou em uma estrada gaúcha. Segundo a Polícia Militar, as crianças estavam sem cadeirinha nem cinto de segurança.
Arthur, o caçula, morreu na hora. O mais velho foi internado em estado grave.
Um projeto de lei encaminhado no início deste mês pelo governo ao Congresso pretende acabar com a multa para o motorista que levar criança fora da cadeirinha. Pelo texto, a infração será punida apenas com advertência por escrito.
Mas especialistas em trânsito defendem a importância da multa como forma de educar o motorista. "Quando a pessoa passa a entender que ela vai ser punida, que ela vai perder algum valor ou ter que pagar algum dinheiro, ela passa a respeitar mais as leis de trânsito", diz Antonio Meira, diretor da Abramet.
"A maioria dos países que conseguiram reduzir o número de mortes, de sequelas graves... agiram de forma severa, punindo aqueles verdadeiros infratores", completa.
O Ministério da infraestrutura não comentou o resultado da pesquisa. E reafirmou que, de acordo com a proposta, os motoristas que não usarem o dispositivo de segurança para transportar crianças com menos de 10 anos receberão uma advertência do órgão de trânsito.

PORTAL G1

Abono salarial PIS/Pasep 2018-2019: prazo para retirar benefício termina na sexta-feira

Saque do PIS Pasep — Foto: Reprodução/TV Globo


O prazo para os trabalhadores sacarem o abono salarial PIS-Pasep do calendário 2018-2019, relativo ao ano-base 2017, termina nesta sexta-feira (28).
Segundo último balanço divulgado pelo Ministério da Economia, 2,2 milhões de trabalhadores ainda não sacaram R$ 6,5 bilhões.
O PIS é pago na Caixa Econômica Federal. O Pasep é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil. O valor do abono varia de R$ 84 a R$ 998, dependendo do período trabalhado formalmente em 2018.
O abono salarial ano-base 2017 começou a ser pago em julho de 2018, de forma escalonada. O calendário de recebimento leva em consideração o mês de nascimento, para trabalhadores da iniciativa privada, e o número final da inscrição, para servidores públicos.
Desde então, mais de 22,4 milhões de trabalhadores já retiraram os valores, somando mais de R$ 17 bilhões liberados, segundo dados do governo do dia 12 de junho.
Agora os recursos estão disponíveis para os nascidos em qualquer mês. O saque poderá ser realizado em agência bancária. Depois de 28 de junho, o recurso volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2017. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ano-base 2017.
Trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal, e os servidores públicos, no Banco do Brasil. É preciso apresentar um documento de identificação e o número do PIS/Pasep.
No caso do PIS, para quem é correntista da Caixa, o pagamento foi feito 2 dias antes do restante dos outros trabalhadores. Já no caso do Pasep, o crédito em conta para correntistas do Banco do Brasil foi efetuado a partir do 3º dia útil anterior ao início de cada período de pagamento.

Valor depende dos meses trabalhados

O valor do abono é associado ao número de meses trabalhados no exercício anterior. Portanto, quem trabalhou um mês no ano-base 2017 receberá 1/12 do salário mínimo. Quem trabalhou 2 meses receberá 2/12 e assim por diante. Só receberá o valor total quem trabalhou o ano-base 2017 completo.
Por exemplo, se o período trabalhado foi de 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 998). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 84), e assim sucessivamente.

Para saber se tem direito e como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.
Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, em Consultar Pagamento. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.
Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Cotas do Fundo PIS-Pasep

Outra modalidade do PIS-Pasep, as cotas do fundo podem ser sacadas - uma única vez - por quem tem idade a partir de 60 anos ou se enquadra nos casos de aposentadoria, invalidez (inclusive do dependente), morte do cotista (habilitando o herdeiro a sacar) e algumas doenças graves, como câncer, aids, Parkinson e tuberculose (incluindo o dependente).
Tem direito ao Fundo PIS-Pasep quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada ou foi servidor público civil ou militar entre 1971 e 1988.
Os fundos do PIS e do Pasep funcionaram de 1971 a 1988 e davam direito ao trabalhador de receber o rendimento das cotas e sacar o dinheiro em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.
A partir de outubro de 1988, após a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS-Pasep passou para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que faz empréstimos a empresas.
Como as cotas do Fundo PIS-Pasep vigoraram durante um período específico, muitos beneficiários desconhecem esse direito e, no caso de morte do cotista, muitos herdeiros também não sabem que têm direito ao dinheiro.
Nesses casos, é possível fazer os saques a qualquer momento, sem necessidade de seguir cronograma, e o prazo continua aberto por tempo indeterminado.

PORTAL G1

‘Hoje estou com a polícia, quero esclarecer o que houve’, diz Flordelis


A líder evangélica e deputada federal Flordelis (PSD-RJ), afirmou ontem, terça-feira, 25, que não havia nenhuma desavença entre ela e o marido, o pastor Anderson do Carmo, e nem entre o marido e os filhos. O pastor foi assassinado na madrugada do último dia 16, dentro de casa, em Niterói (região metropolitana do Rio).

Dois dos 55 filhos de Flordelis – um biológico, Flávio, de 38 anos, de um casamento anterior, e Lucas, de 18 anos, adotado por ela e o pastor – estão presos, investigados pelo homicídio. Segundo a polícia, Flávio confessou ter cometido o crime. Os advogados dele contestam essa confissão, alegando que ele teria sido ouvido sem a presença de defensores.
Flordelis, que logo após o crime disse acreditar em latrocínio (roubo seguido de morte) e negou veementemente a participação dos filhos, nesta terça-feira não descartou que o assassinato de Carmo tenha sido cometido por algum dos filhos: “Hoje estou com a polícia, quero esclarecer o que houve, o que quer que seja”.
Perguntada se desconfia de Flávio, ela disse que não acredita que ele tenha cometido o crime, mas gostaria de encontra-lo: “Eu ainda não o vi, quero que ele diga para mim se fez ou não fez”, afirmou. “Eu não sei se ele fez, mas não acredito (que tenha cometido o crime). Meu filho estava lá, meu filho foi quem socorreu, foi quem buscou uma viatura (da polícia), foi quem permaneceu no local, mesmo tendo o mandado de prisão por violência doméstica. Existem muitos elementos para acreditar que não foi ele. Eu nunca ensinei isso a ele”. Perguntada se faria tudo pelos filhos, ela disse que “só não passaria a mão na cabeça deles por erros que eles tenham cometido”.
A deputada disse ter conhecimento do envolvimento do filho Lucas com o tráfico de drogas, e que sempre tentou ajuda-lo. “Ver um filho vivendo isso é muito sofrido”. Mas ela negou que esse envolvimento com as drogas tenham causado desavenças com o pai a ponto de Lucas ter envolvimento na morte dele.
Quando perguntada sobre a arma encontrada no quarto do Flávio, ela disse acreditar que não foi ‘plantada’ por alguém para incriminar seu filho, mas contou que há um fato ligado à existência dessa arma que já é conhecido pela polícia, mas não pode ser divulgado ainda, e que explicaria a existência dessa arma.
Flordelis disse que não sabe onde está o celular dela nem o do marido: “O celular do meu marido é muito mais importante para mim do que para a polícia, porque ali estão meus últimos momentos com meu marido, jogo de futebol em Brasília, passeios. E ali é que ficava minha agenda como cantora, também. Então, peço que quem estiver com esse aparelho que me devolva”, clamou.
A deputada negou que a fogueira feita nos fundos da casa tenha sido usada para destruir provas do crime. “Tem muito mato ao redor, então quando o terreno é capinado sempre acaba sendo incendiado”, contou.
Ao encerrar mais de uma hora e meia de entrevista, ela pediu “que não rotulem meus filhos, deixem meus filhos viverem”: “Estou ferida, parte de mim morreu, mas estou de pé, e tudo o que seria realizado pelo meu marido nesta ano será feito”.
BLOG DO BG

Após ação civil, Globo reduz salários de grandes nomes como Ana Maria, Luciano Huck, Fátima Bernardes e Faustão

A Rede Globo está transformando os contratos de seus funcionários, de pessoas jurídicas para pessoas físicas, e reduzindo os altos salários de seus funcionários, de acordo com informações do ‘Notícias da TV’.
Segundo a reportagem, a emissora carioca está sendo alvo de uma ação civil pública que corre em sigilo na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro. A ação, de acordo com o ‘Notícias da TV’, faz parte do processo que a Globo desencadeou recentemente para renegociar contratos de artistas, executivos e jornalistas.
A reportagem informa ainda que a ação que corre na Justiça Trabalhista do Rio de Janeiro partiu de denúncias de profissionais da Globo, que acusam a emissora de driblar as leis trabalhistas, uma vez que ela não tem custos empregatícios com PJs.
Nomes como Ana Maria Braga, Luciano Huck, Fausto Silva e Fátima Bernardes são alguns dos casos de contrato PJ. Além deles, muitos atores, diretores, repórteres e âncoras do jornalismo também fazem parte desse grupo que tem sido pressionado a renegociar contratos, alguns por valores menores.
IstoÉ

DEU ÁGUA: Pela primeira vez em meses, Lula ficou tenso e ansioso com possibilidade de sair da prisão

votação da suspeição de Sergio Moro pelo STF (Supremo Tribunal Federal) deixou Lula, pela primeira vez em muitos meses, tenso e ansioso.
De acordo com relatos de pessoas que se mantêm próximas, apossibilidade de o ex-juiz ser considerado suspeito foi a primeira que gerou expectativas reais no petista de que ele poderia, enfim, sair da prisão.
As dificuldades, como a possibilidade de adiamento, foram um banho de água fria. “Bateu o desespero”, diz uma pessoa próxima. Lula então orientou os advogados a irem para o tudo ou nada, insistindo na votação do habeas corpus.
As ponderações de que protelar o debate poderia ser positivo, já que novas revelações do escândalo das mensagens de Moro com procuradores poderiam surgir, não surtiram efeito.
O cálculo era o de que, se o STF não soltasse Lula agora, isso dificilmente ocorreria depois.
Em breve, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) vai apreciar a condenação do ex-presidente no caso do sítio. A confirmação da punição pode impedir o petista de sair da prisão mesmo que, mais tarde, Moro seja considerado suspeito.
MÔNICA BERGAMO / FOLHA

27% dos reservatórios do RN estão secos ou em volume morto

barragem_armando_ribeiro_gonsalves._eduardo_maia_2_0-620x400Após o período chuvoso da região nordeste, 13 reservatórios de água monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) estão secos ou em volume morto. No período, choveu 658 milímetros, acima da média histórica, mas algumas regiões do Alto Oeste e Trairí não foram abastecidas o suficiente. Os casos mais notáveis são dos reservatórios de Pau dos Ferros, que está com apenas 1% da capacidade hídrica (549 mil litros de 54 milhões), e o Itans, de Caicó, com 1,7% (1,3 milhão de litros de 81,7 milhões).
Essas barragens representam praticamente um terço (27%) das 47 monitoradas pelo Igarn. Apesar do melhor período de chuvas dos últimos oito anos, a situação dos reservatórios vazios ou em volume morto são iguais a do ano passado. O que mudou foi a média geral de abastecimento – de 30% no ano passado para 33% este ano. A razão para o aumento é, principalmente, a recuperação hídrica do reservatório Armando Ribeiro Gonçalves, o maior do estado, que passou de 25% para 34%.
A marca da Armando Ribeiro Gonçalves é a melhor dos últimos quatro anos, o que demonstra que a reserva hídrica do estado vem se recuperando apesar dos últimos sete anos de chuvas abaixo da média histórica. Em abril de 2015, o reservatório – com capacidade para até 2,4 bilhões de metros cúbicos – estava com 730,5 milhões (30,44% do total). Na última medição feita pelo Igarn, no dia 18 de junho, a Armando Ribeiro estava com 818 milhões de m³.

BOLSONARO REVOGA DECRETO DE ARMAS E PUBLICA NOVAS REGRAS


O presidente Jair Bolsonaro voltou atrás e decidiu revogar hoje (25) o decreto editado em maio para regulamentar regras de aquisição, cadastro, registro, posse, porte e comercialização de munições e armas de fogo no país. Uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU), publicada há pouco, traz a revogação da medida, que havia sido editada no dia 7 de maio e retificada no dia 21 do mesmo mês. 
No último dia 18, o plenário do Senado aprovou a revogação do decreto presidencial. Por 47 votos a 28, os senadores aprovaram um Projeto de Decreto Legislativo, do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e de outros senadores, que susta os efeitos da flexibilização do porte e da posse de armas. A maioria dos senadores argumentou que a alteração das regras para o acesso a armas por meio de decreto era inconstitucional e deveria ser feita por projeto de lei.
O decreto ainda seria examinado pelo plenário da Câmara dos Deputados e pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que analisaria eventuais inconstitucionalidades na norma em sessão prevista para esta quarta-feira (26).

AÇÃO DO MPRN PRENDE VEREADOR SUSPEITO DE ENVOLVIMENTO COM MILÍCIA EM CEARÁ-MIRIM


Uma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) prendeu nesta terça-feira (25) Luciano Morais da Silva, vereador do município de Ceará-Mirim. Ele, que também é advogado, é suspeito de envolvimento com uma milícia que atuava na região e de ser o autor intelectual de pelo menos um assassinato registrado na cidade.
Segundo as investigações do MPRN e da Força Nacional, Luciano Morais encomendou o homicídio de Micarla Araújo do Nascimento, crime ocorrido em 20 de outubro de 2016, por R$ 4.500. O crime teria sido motivado pelo fato de Micarla fazer críticas à atuação de Luciano enquanto detentor de cargo público e por, através de uma ordem dele, ter sido presa e torturada. Luciano Morais já havia sido condenado a 4 anos e 8 meses de prisão por essa tortura, crime cometido na época em que era secretário de Defesa Social de Ceará-Mirim.
Micarla do Nascimento foi assassinada por volta das 18h30, em Ceará-Mirim, após ser atingida por disparos de arma de fogo, todos na da cabeça e pescoço. No dia do crime, ela foi até a Câmara Municipal no período da tarde, momento em que ocorria sessão legislativa com a presença de Luciano Morais e fez alguns comentários em relação ao vereador. Ele chegou a ser aconselhada por uma servidora da Casa a deixar o ambiente para evitar uma discussão, aceitando o conselho. Após deixar o prédio, Micarla do Nascimento foi a pé para casa, sendo abordada e executada a tiros por homens que ocupavam um carro.

SEGUNDA TURMA DO STF DECIDE MANTER LULA PRESO ENQUANTO NÃO ANALISAR SUSPEIÇÃO DE MORO


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu negar nesta terça-feira (25) liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e adiou a análise sobre um habeas corpus em que sua defesa questiona a suspeição do juiz Sergio Moro.
Por 3 votos a 2, os ministros rejeitaram uma proposta do ministro Gilmar Mendes para que Lula ficasse em liberdade até a decisão final sobre o habeas corpus.
O caso começou a ser julgado em dezembro pelo colegiado, mas foi interrompido antes de ser concluído. Na ocasião, os ministros Luiz Edson Fachin e Cármen Lúcia votaram contra o pedido para conceder liberdade a Lula, e Gilmar Mendes pediu vista (mais tempo para analisar o caso).
G1

Bolsonaro decide revogar decreto que facilita porte de arma de fogo e edita outros três

armasO presidente Jair Bolsonaro revogou nesta terça (25) dois decretos que facilitavam o porte de armas de fogo, assinados em maio. No lugar, o presidente editou três novos decretos e enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei sobre o mesmo tema.
Bolsonaro havia editado, em maio, dois decretos sobre posse e porte de armas de fogo e uso de munições. O pacote foi alvo de críticas e, na semana passada, o plenário do Senado aprovou parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que pede a suspensão dos decretos.
Além disso, estava previsto para esta quarta (26) a análise, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), de um pedido para anular os decretos. Na noite desta terça, diante das decisões do governo, porém, o presidente do Supremo, Dias Toffoli, desmarcou o julgamento. A informação sobre a revogação e sobre os novos decretos foi dada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em reunião com senadores na tarde desta terça-feira (25), segundo apurou a imprensa.
Mais tarde nesta terça, porém, foi publicada uma edição extra do “Diário Oficial da União” que oficializou o recuo do governo. São eles:
  • Decreto 9.844: regulamenta lei sobre a aquisição, o cadastro, o registro, o porte e a comercialização de armas de fogo e de munição e sobre o Sistema Nacional de Armas e o Sistema de Gerenciamento Militar de Armas
  • Decreto 9.845: regulamenta lei sobre a aquisição, o cadastro, o registro e a posse de armas de fogo e de munição.
  • Decreto 9.846: regulamenta lei sobre o registro, o cadastro e a aquisição de armas e de munições por caçadores, colecionadores e atiradores.

Copa América teve média de 29 mil pessoas por jogo na primeira fase

COPA AMÉRICAO Comitê Organizador da Copa América avaliou positivamente nesta terça-feira (25) a média de público na primeira fase da competição, que foi de 29.379 mil torcedores. Segundo dados apresentados pelo gerente geral de Competição do Comitê Organizador Local, Thiago Jannuzzi, a média de público foi 35% maior que a da primeira fase da Copa América de 2015, e 16% maior que toda a média de público da última edição.
“Com a fase eliminatória, essa média vai subir ao longo da competição”, disse Januzzi, que afirmou ser possível ultrapassar a média de público 30 mil por jogo e apresentou que cerca de 530 mil pessoas compareceram aos 18 jogos já realizados.

Cresce o número de casos de chikungunya no RN

DENGUEEm registro feito pelo Boletim Epidemiológico, a Chikungunya teve um crescimento acentuado no Estado em relação ao mesmo período de 2018. O aumento no número de casos foi de 36,5% em 2019, diferindo do número de pessoas com dengue e zika que caiu.
Nos dados levantados pela Sesap foram notificados 2.159 casos da doença, na semana epidemiológica 22, sendo confirmadas 604 ocorrências. O que representa uma incidência de 62,06 casos por 100 mil habitantes. Em comparação, a incidência do ano passado era de 40,61. Também se observou que a partir da semana 12 de 2019 foi o período em que houve uma mudança considerável no número de casos.